11 de abril de 2012

Conhecendo Búzios

Chegando ao Aeroporto Internacional do Galeão pegamos o transfer que contratamos diretamente no hotel em que ficamos hospedadas, era um ônibus normal de viagem e o trajeto Rio de Janeiro - Búzios demorou cerca de duas horas e meia.

    OBS 1: O cara do transfer não foi nada gentil, não deu nem "bom dia", não ajudou com as malas... aliás, não sei se foi azar nosso ouuuu se os cariocas não são muito gentis mesmo (espero que seja a primeira opção).

    OBS 2: Falando em malas... a não ser que vocês mulheres vão com homens fortes, não levem malas grandes e pesadas pois as ruas de Búzios são quase todas de pedras então é bem difícil carregar as malas.

Ficamos na Pousada Byblos que fica bem perto do centro se for caminhando pela orla. É no centro que fica a Rua das Pedras, principal rua da cidade, cheia de lojas e restaurantes,  mas por ser tão turística os preços não são tão convidativos, por exemplo, na Sorveteria Itália o kg do sorvete custa nada menos que R$89,00 já em outra sorveteria na rua de baixo o kg custa R$50,00.
Almoçamos no restaurante Buzin que fica na rua Manoel Turíbio de Farias, é comida por kg, não foi a melhor comida do mundo, mas era boa... o kg estava a R$54,00.
Passamos o dia andando pela Orla Bardot, pela Rua das Pedras e suas infinitas lojinhas e ao final da tarde não resisti e paramos na Sorveteria Alessa que fica na rua Geminiano José 03, não era a mais cara e nem a mais barata, mas talvez fosse a mais diferente; experimentei um espumante batido com sorvete de limão. Gostei!


Sorveteria Alessa - Espumante com sorvete de limão


Estátua de Brigitte Bardot na Orla Bardot


O que mais me impressionou em Búzios foi que mesmo fora da alta temporada a cidade é cheia e só tem estrangeiros, a maioria hispanohablantes (Argentinos, Chilenos e Uruguaios); tirando os lojistas, raríssimas vezes escutei alguém falando em português e dois vendedores nos disseram que era muito bom atender alguém no idioma local.


Nenhum comentário:

Postar um comentário