13 de setembro de 2013

O que tem em Cuzco?

Cuzco não é lá uma cidade que tenha muito o que fazer. Para os turistas mais convencionais a maioria das coisas acontecem perto da Plaza de Armas...


 
Plaza de Armas


...e se estende pela principal avenida da cidade, Avenida El Sol onde tem alguns bancos, farmácias e lojas.


Avenida El Sol

Em julho de 2012 (época que eu fui), estava rolando uma campanha de conscientização para os pedestres atravessarem a pista na faixa de pedestre, igual aqui em Brasília.
No meio da avenida El Sol ficavam algumas mulheres vestidas com trajes típicos e máscaras, segurando na mão esquerda uma placa que dizia pra atravessar na faixa e na mão direita um chicote, e pasmem... eu fui chicoteada... hahaha.
Tá, vou explicar, apesar de morar em Brasília e aqui existir a cultura de atravessar na faixa, lá eu nem me toquei e atravessei fora dela, e o pior, a faixa estava bem perto, então a tal da mulher fantasiada deu uma chicotada no chão bemmmm pertinho do meu pé, o que me assustou bastante, hehehe, e depois que eu olhei ela apontou pra placa que estava segurando. Pronto, nunca mais atravessei fora da faixa em Cuzco.. hehehe.



  • Falando da Plaza de Armas

Foi nessa praça que o colonizador espanhol Francisco Pizarro declarou a conquista de Cuzco, portanto, é considerada o principal local da cidade; ai ficam imponentes construções como a Catedral e também os principais serviços turísticos, como casas de cambio, centro de informações turísticas, restaurantes, lojas de souvenirs e agências de viagem.


 
Starbucks - Mc Donald's, KFC e Bembos


Essa Praça é tão turística que os restaurantes internacionais ficam concentrados ai.
Ok, o Bembos não é um restaurante internacional, é uma rede peruana que nasceu pra competir com o Mc Donald's, mas está mais pra Bob's que pra Mc Donald's.

O Starbucks tem bemmm menos opções que na Europa, não tinha o meu querido Dark Cherry Moka, mas o lugar é muito legal, tem vários ambientes e uma sacada que da pra praça. A cafeteria fica no segundo andar do prédio e se eu não me engano a escada é pela lateral.
Não entrei no KFC, optei por não comer lá porque tudo é muiiiito gorduroso, mas comi no Mc Donald's e achei legal o interior do restaurante, não é o convencional.


  • Lojas

As lojas mais comuns são as de roupa de lã de alpaca, de jóias e de souvenirs, e.. tirando os souvenirs é tudo muito caro lá. Se você for andando pelas ruazinhas , quanto mais longe da Plaza de Armas, mais baratas são as lojas.
Saindo um pouco do centro histórico tem algumas lojas de sapatos, mas nada muito interessante.
Resumindo, Cuzco não é lugar pra compras!

Mas se preparem, assim como em Pisaq, em Cuzco tem gente (mulheres e crianças) pra tudo que é lado vendendo coisas e oferecendo serviços; postais, canetas, balas de coca e chapéus são os produtos mais ofertados e, meninas com llamitas para tirar fotos e meninos engraxates são os serviços mais oferecidos. O engraçado é que quando a criança chega perto de você e percebe que é brasileira eles já disparam a falar um monte de coisas do Brasil, tudo decoradinho.
Um desses meninos se aproximou de mim se oferecendo pra engraxar a minha bota, em principio eu não queria, mas ele começou a falar que tinha 11 anos, que morava em outra cidade e que tinha 5 irmãos e que para ele estudar como os irmão, ele tinha que trabalhar pra ganhar dinheiro e bla bla bla, dai me deu uma dó e eu paguei pra ele engraxar a bota (você escolhe o valor que quer dar), no final ele ainda reclamou da quantia que eu dei e pediu mais, olha que safadinho.



No próximo post vou falar sobre o City Tour pela cidade...
Aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário