2 de março de 2014

Onde se hospedar em Lima?

Quando eu começo a organizar uma viagem, o quesito "hotel" é sempre o que me toma mais tempo, pois pra mim não adianta ele ser limpo, pra mim é necessário que ele seja limpo e bem localizado. Depois de algumas pesquisas pra saber qual a melhor parte da cidade para se hospedar decidi que ficaria no bairro de Miraflores, pois todos diziam que era o melhor bairro, que era uma parte da Europa no Peru, que era limpo e mais bem organizado.
Entrei na decolar.com e comecei a pesquisar os hotéis, não foi difícil escolher, haviam boas opções, mas escolhi o Allpa Hotel por causa da localização e pelos comentários em diversos sites de busca como o próprio decolar.com e o tripadvisor
O próximo passo foi olhar em outros sites o valor deste hotel para comparar com o decolar.com, e assim como no caso do hotel de Cuzco, o Booking ganhou (mas eu me arrependi, já já conto pra vocês o porque do arrependimento).
Pronto! Reserva feita e eu tinha certeza que não ia me arrepender, e... não me arrependi, pelo contrário, me surpreendi!


Recepção

Sabe aqueles lugares que não são enormes mas são bem decorados e super aconchegantes? Então, assim é a recepção do Allpa Hotel, e além disso, o staff foi super educado e atencioso. Ponto pro hotel.
Uma observação pra quem não costuma viajar muito e pra quem não fala espanhol, o hotel tem uma política de "cheque-caução", no check-in eles passam no seu cartão de crédito o valor total da diária, este valor não é faturado, ele apenas fica bloqueado na sua conta (no seu limite) para caso ocorra algo fora do normal, se tudo correr bem, no check-out, eles passam seu cartão de novo e cancelam a primeira operação e nada vem cobrando na sua fatura.
Minha mãe que não fala o idioma, apenas sabe algumas palavras de escutar eu falando, ficou sem entender nada e não queria dar o cartão, eu tive que explicar tudo pra ela e mesmo assim ela ficou desconfiada.


  • O quarto
Geralmente eu reservo o quarto mais barato do hotel, o tal do "standart", afinal, meu plano é ter conforto pra dormir e tomar banho, mas não ficar muito tempo no quarto. 
Me surpreendi com o standart deste hotel, o quarto era grande, tinha uma cama de casal queen, uma cama de solteiro e um sofá tipo divã, tinha frigobar, escrivaninha, televisão LCD grande e um banheiro grande também.
Você também achava que todo quarto de hotel tinha frigobar? Pois é, isso não procede! Muitos hotéis no exterior  não oferecem esse serviço, então eu acho ótimo quando tem.
Ponto pro hotel!


  • O restaurante
O hotel não tem um restaurante próprio, quer dizer, eu não sei se o restaurante é do mesmo dono do hotel ou se são donos diferentes, o fato é que o restaurante fica dentro do hotel, mas tem uma porta pra rua, ou seja, é um restaurante comum, onde qualquer pessoa que queira pode entrar e desfrutar.

Fachada do hotel + restaurante

Estão vendo? `A esquerda, com a parede em vermelho, está a entrada do hotel, `a direita, em madeira está a segunda entrada do restaurante, o Viaggio (a primeira entrada fica dentro do hotel).
Pela manhã, o restaurante serve café da manhã só para os hospedes do hotel, mas abre para o público para o almoço e jantar.

A comida é boa e os garçons são bem atenciosos. Na minha primeira noite jantei lá e pedi pro garçom uma indicação de um drink que fosse típico do Peru, aceitei a sugestão dele (que agora já não me lembro mais) mas quando chegou, eu detestei.. hehehe.. Tadinho, veio todo contente me perguntar o que eu achei e eu disse que não gostei, ele muito atencioso pediu que eu escolhesse outro drink do menu, que ele iria trocar pra mim, sem custo algum. Muito atencioso. Mais um ponto pro hotel.


  • Check-out
Passei 6 dias neste hotel e me caiu muito bem, como dizem os espanhóis. Gostei bastante e indico. 
O único "problema" que tive foi no check-out, bem, não foi bem um problema, mas foi algo que deu um trabalhinho a mais, e agora vou explicar pra vocês o porque do arrependimento de ter reservado com o Booking.

Diferentemente do decolar.com, o booking não cobra o valor da diária no ato da reserva, ou seja, reservamos pelo site, mas pagamos diretamente no hotel, e aos mais desavisados, no sites eles mostram o valor da diária sem os impostos locais e lá no finalzinho eles colocam em letras pequenas que aquele valor ainda terá um acrescimento no ato do pagamento, bom, mas o acréscimo não foi o problema, o problema foi pagar diretamente no hotel...
Na hora do check-out o rapaz me perguntou a forma de pagamento e eu disse que seria cartão de crédito, ele transformou o dólar (o valor da diária é dado em dólar pelo site) em peso e quando ele me disse o valor eu quase cai pra trás, não era nem de longe o valor que eu tinha calculado. Na maior educação do mundo eu disse que tinha algo errado e então ele fez a conta junto comigo. Acontece que eles não trabalham com a cotação oficial da moeda, eles são livres pra usar a cotação que eles "quiserem", assim como as agências de turismo daqui, e a cotação que eles estavam usando era 20 centavos maior do que a oficial. Tentei argumentar mas não teve jeito, ordens são ordens, mas ele me disse que eu poderia pagar em dólar se pagasse com papel moeda, então, fui a um caixa eletrônico e saquei do meu visa travel money o valor exato do hotel.

No final deu tudo certo, mas agora eu não reservo mais nada no booking.com só pra não ter mais esse tipo de surpresa; prefiro sair do Brasil já com tudo pago.


Ahhhhh, quase me esqueci. Em relação a Miraflores ser uma parte da Europa no Peru, bem, não tem NADA A VER uma coisa com a outra. Nem de longe me lembrou a Europa, mas é um excelente bairro.

Bom, então é isso, depois eu volto para falar um pouco da cidade pra vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário