22 de agosto de 2014

VALE NEVADO NA PRIMAVERA

Indiscutivelmente o maior fluxo de turistas em Santiago do Chile é no inverno, entre julho e setembro, exatamente quando as montanhas estão todas branquinhas, a temporada de ski está aberta e tudo está mais caro.



Pois bem, eu fui no meio de outubro e as pistas de ski já estavam fechadas, os passeios de dia inteiro já tinham se transformado em passeios de meio dia, as coisas já estavam mais baratas, as montanhas só tinham neve no topo e por isso eu não posso contar pra vocês como é esquiar no Chile, mas posso contar como é ir ao Vale Nevado na primavera.

  • Comprando o passeio
Eu sabia que tinham muitas empresas de turismo em Santiago que ofereciam passeio ao Vale Nevado, mas fui tão bem atendida na Turistik que resolvi fechar por lá mesmo e como comprei 6 passeios (3 por pessoa) ainda consegui um desconto. 
Não lembro exatamente quanto paguei, mas foi em torno de USD100,00 para um passeio de meio dia.  Eu achei caro, mas fazer o que? Eu queria fazer esse tour, então tinha que me submeter a pagar.

  • O Passeio
O ônibus passaria para nos pegar as 8:15h, na recepção do hotel, então chegamos um pouco antes e exatamente as 8:15 o ônibus estava lá, super pontuais. 
Como muita gente contrata esse passeio, ao invés de um ônibus passar pegando todo mundo, várias vans percorrem a cidade buscando as pessoas e nos encontramos todos no ponto da Turistik no Shopping Parque Arauco, o que economiza um pouco de tempo.

Durante a viagem, no meio do caminho entre Santiago e o Vale Nevado, fizemos uma parada em uma loja que aluga roupas de ski, o guia disse que eles sempre paravam ali pq era mais barato do que alugar na estação e blá blá blá. Eu sempre desconfio dessas coisas, porque sei que eles firmam convênio para ganhar dinheiro e muitas vezes nos enganam, mas como as estações de ski estavam fechadas, não tive como comparar os preços.
Enfim, como já estávamos com casacos impermeáveis alugamos somente as calças e as botas e pagamos 28.000,00 pesos em 2 calças e 2 botas e preferimos comprar as luvas já que gastaríamos os mesmos 5.000,00 pesos para alugar ou comprar cada uma.

O caminho é longo e muito demorado, cheio de curvas, e quando você pensa que está acabando, o guia te informa que faltam só mais 60 curvas, e o pior é que não é brincadeira, alem de todas aquelas curvas abertas que já tínhamos feito, naquele momento começava o trecho com as 60 curvas fechadas, que eu chamo de "curvas cotovelo", ou seja, dobre seu braço e você verá o formato das próximas 60 curvas.
Pra quem sofre com o balanço do ônibus, indico mesmo que tome alguma coisa antes de entrar nessa, uma pessoa que estava no passeio passou mal depois de tantas voltas.

Quando enfim chegamos no destino, as 10:50, tivemos um tempo livre para fazermos o que quiséssemos e é claro que a maioria foi pra neve, mas como não tinha nenhuma atividade aberta, tivemos que nos limitar a andar na neve ou a subir num ponto mais alto e descer escorregando de bunda, e tirar fotos.


Calça e botas alugadas



Para não dizer que não tinha nada aberto, tinha um restaurante e uma loja que vendia casacos, óculos de ski e souvenirs, mas era tudo muito caro.

Saímos de lá as 12:15, paramos na lojinha para devolver as roupas alugadas e na chegada podemos escolher se queríamos ficar no Shopping Parque Arauco ou se o ônibus nos levaria até nosso hotel.


Nota:

  1. Gastasse muito tempo do passeio na loja de aluguel de roupa. Como são muitas pessoas, demorasse para escolher cada peça e também para pagar, sem contar que sempre tem aquele que não tem espirito de coletividade e demora mais ainda e atrasa todo mundo.
  2. Conheço gente que fez esse passeio 10 dias antes de mim, ou seja, na primeira semana de outubro e pagou o mesmo preço pelo passeio de dia inteiro, com direito a conhecer o Vale Nevado e Farellones (outra estação de esqui no mesmo percurso), e ainda almoçou num hotel bem chique.
  3. O passeio de meio dia é muito cansativo pra tão pouco tempo e nenhuma atividade. Sai do hotel as 8:15 e só cheguei ao Vale Nevado as 10:50.
  4. As luvas são totalmente dispensáveis. 
  5. Acho que esse passeio na primavera, só compensa pra quem nunca viu neve.




Nenhum comentário:

Postar um comentário