3 de fevereiro de 2015

COMO LEVAR O DINHEIRO PARA UMA VIAGEM?

Essa é uma dúvida que sempre aparece quando se trata de viagem internacional, e como eu já viajei um pouquinho e já usei todos os métodos mais conhecidos, vou falar um pouco sobre isso aqui.


As formas mais comuns de levar dinheiro em uma viagem internacional são dinheiro em espécie, cartão travel money e cartão de crédito internacional.

  • CARTÃO DE CRÉDITO
Para que se possa utilizar um cartão de crédito no exterior, ele precisa ser Internacional, Platinum, Black, ou qualquer um acima disso, e antes da sua viagem, você precisará entrar em contato com a operadora do cartão pedindo o desbloqueio para uso no exterior.
Os pontos positivos do cartão de crédito são a segurança, pois vc nao ficará carregando muito dinheiro em mão; a comodidade, você não precisa se preocupar em ir a uma casa de cambio ou ao banco para solicitar, afinal, vc já tem o cartão; e as milhas, já que cartões deste tipo juntam milhas a cada gasto, e depois de um tempo vc pode trocar essas milhas por novas passagens aéreas.
Os pontos negativos são o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 6,38% em cima de todos os seus gastos, então tudo que você passar o cartão, seja uma compra, um passeio ou uma refeição, terá que calcular os 6,38% a mais ou levará um grande susto quando a sua fatura chegar; e a flutuação da moeda,  ou seja, o valor da sua fatura vai depender da cotação da moeda no dia que você pagar a fatura, isso pode ser bom, caso a cotação da moeda caia, mas pode ser ruim, caso a cotação suba.



  • CARTÃO TRAVEL MONEY
Desde janeiro de 2014, foi implementado o IOF de 6,38% nos cartões travel money, igualando com o cartão de crédito, a diferença é que como é um cartão pré-pago, você não sofrerá com a variação da moeda e conta com a segurança de um cartão.
O travel money pode ser usado como um cartão de débito e para saques, mas se for utiliza-lo para fazer saques, pagará 2,50 da moeda em que estiver utilizando, por cada saque.


  • DINHEIRO EM ESPÉCIE
É a forma mais barata de se levar dinheiro para o exterior, pois o IOF que incide sobre o dinheiro em espécie é somente de 0,38%, apesar de que normalmente os bancos e casas de cambio cobram uma tarifa pela operação, e é também a forma menos segura.


Essas duas imagens acima, foram tiradas do site da Confidence Cambio só para vocês terem uma ideia da diferença de valor por causa do IOF, mas existem várias casas de cambio espalhadas pelo Brasil e é interessante ligar em várias pois cada uma trabalha com uma cotação diferente e com formas de pagamento diferentes, além disso, algumas trabalham com o travel money multimoedas, ou seja, se você for pro Canada e quiser fazer um bate e volta nos EUA, poderá utilizar seu travel money sem pagar nada a mais, mas algumas só disponibilizam cartões de moedas específicas, então se o seu cartão é de Euro e você for pra Londres, pagará uma taxa que normalmente é uma porcentagem do valor gasto a cada vez que utiliza-lo.



Ainda está em dúvida de qual é a melhor opção?


Então a minha dica é:

Se a viagem for curtinha, tipo uma semana, e não for levar muiiiito dinheiro, é melhor levar em espécie pra economizar o IOF, mas leve o cartão de crédito de stand by, pois caso aconteça alguma emergência, você terá como se virar.

Mas se a viagem for mais longa ou estiver levando muito dinheiro, leve uma parte em espécie e uma parte no travel money. Leve também o cartão de crédito, mas evite ao máximo usa-lo, o faça só em casos de emergência, a não ser que você tenha dinheiro e não precise se preocupar com a fatura no fim do mês e prefira a comodidade do cartão de crédito.


Espero ter ajudado um pouco quem estava com essa dúvida. Depois farei um post sobre como levar dinheiro para um intercâmbio, já que é um período de viagem mais prolongado. Aguardem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário